Transcrito do livro Garibaldi - A Força do Destino, de Max Gallo:

 

        " No dia 8 de fevereiro de 1848, ..., na região próxima do pequeno rio San Antonio, Garibaldi e suas tropas caem numa emboscada. Eles não passam de cento e oitenta soldados de infantaria surpreendidos por cerca de mil e quinhentos homens, sendo um milhar de cavaleiros. Ele escreve:

        Poderíamos nos deixar massacrar, nunca nos retirarmos...Diante de tal engajamento, a palavra retirada é condenável, é covarde.  Era preciso combater e combatemos como homens que preferiam uma morte honrosa à vergonha.

        Finalmente, Garibaldi consegue conduzir suas tropas até a cidade de Salto, onde Anzani o espera.  A recepção é triunfal. A notícia desta batalha - de fato uma retirada bem conduzida - se espalha por todo o Uruguai, e em seguida por toda a Europa.  Fato militar que se torna espetacular mesmo que se contabilizem somente trinta mortos e cinqüenta e quatro feridos."

 

Entre eles, Alessandro Sattamino, vulgo Juan Leon, da cidade de Cairo Montenote, Itália.

 

Veja Legião Italiana de Montevideo